Tag "vitória"

  • 2012 – Ano de superação

    2012 Imagética Consultoria e Design

    Feliz 2012 atrasado a todos(as)! Atrasado porque desde o dia 19 de dezembro de 2011 estava internado no Hospital Aldenora Bello (São Luís – MA) pra fazer meu último ciclo de quimioterapia e só voltei pra casa no dia 03 de janeiro deste ano novo. O último ciclo foi bastante difícil, os medicamentos foram muito fortes e me deixaram bastante debilitado com imunidade baixa e os efeitos colaterais ainda durarão alguns meses durante a recuperação.

    Os últimos 5 meses da minha vida foram focados no tratamento e a boa notícia é que o tumor cancerígeno não apareceu mais nos exames de sangue ou na tomografia. Agora, em 2012, focarei na minha recuperação e condicionamento físico (voltarei a correr e nadar e talvez volte a pedalar também (triatleta?). Focarei também na reestruturação da Imagética Consultoria e Design, cujo posicionamento está se firmando na criação de identidade visual e design estratégico para pequenas empresas, além de continuar fazendo os trabalhos de material promocional, ambientação e sinalização.

    Bem, espero poder inspirar outras pessoas que estejam passando pela dificuldade de enfrentar um câncer e que saibam que, mesmo não sendo nada fácil mesmo, a superação é possível de se realizar. Tenha força física e, principalmente, mental pra você se superar. Superando isso na sua vida quaisquer problemas que apareçam serão resolvidos com mais calma justamente pela mudança de perspectiva de vida que isso causa. Um grnde abraço a todos(as) os(as) leitores do Blogarte e um feliz 2012 – Viva este ano como se fosse o último ano da sua vida, pois é o que tentarei fazer.

    Garcia Junior.

    continue lendo
  • Droga com flor do Egito antigo combate câncer em cobaias

    Post extraordinário com notícia que vi na BBC Brasil pesquisando sobre o câncer sendo que amanhã (19/09/2011) começo meu 2º ciclo de quimioterapia.

    Um novo remédio feito com uma flor que já tinha usos medicinais no Egito antigo pode destruir células de câncer, diz uma pesquisa realizada por cientistas britânicos.

    Anticorpos atacam câncer por dentro, revela novo estudo

    A nova droga produzida a partir do açafrão-do-prado (Colchicum autumnale) circula na corrente sanguínea, mas só é ativada por uma substância química emitida por tumores malignos.

    Segundo o estudo, ela ataca as células cancerosas que se espalharam, mas deixa intactos os tecidos saudáveis.

    O remédio foi testado com sucesso em camundongos contra câncer de mama, intestino, pulmão e próstata, mas deve ser eficiente contra qualquer tipo de tumor sólido, afirmam os pesquisadores.

    Nos testes de laboratório, metade dos camundongos ficou completamente curada após uma única injeção da droga e houve redução no ritmo de crescimento dos tumores em todos os animais testados.

    Os testes clínicos devem começar em até dois anos.

    Arnhoffer Károly/Creative Commons
    O extrato do açafrão-do-prado (foto) tem histórico de uso medicinal e como veneno na Grécia e no Egito antigos
    O extrato do açafrão-do-prado (foto) tem histórico de uso medicinal e como veneno na Grécia e no Egito antigos

    “INANIÇÃO”

    Os pesquisadores dizem que a chave para o sucesso do tratamento é que ele é ativado por uma enzima usada pelos tumores para invadir os tecidos a seu redor.

    Uma vez ativado, o remédio destrói as veias que alimentam o tumor e faz com que o câncer morra de “inanição”.

    “O que criamos é, efetivamente, uma ‘bomba inteligente’, que pode ser direcionada para matar qualquer tumor sólido, aparentemente sem danificar os tecidos saudáveis”, comentou o líder da pesquisa da Universidade de Bradford, Laurence Patterson.

    VENENO

    O extrato do açafrão-do-prado tem um histórico de usos medicinais e também como veneno na Grécia e no Egito antigos.

    Mais frequentemente, a substância colchicina, retirada da planta, é usada no tratamento de crises de gota.

    Tentativas anteriores de usá-la no combate ao câncer fracassaram devido à alta toxicidade do composto, mas o problema teria sido resolvido depois que a equipe britânica conseguiu torná-la inofensiva até entrar em contato com um tumor.

    A nova droga pertence à mesma família de remédios do Paclitaxel, o agente de quimioterapia mais usado no mundo, produzido a partir da casca da árvore Taxus brevifolia.

    “Se [os resultados] forem confirmados em testes de laboratórios mais extensos, os remédios baseados nessa abordagem podem ser muito úteis como parte de uma combinação de tratamentos contra diversos tipos de câncer”, disse Paul Workman, do Instituto de Pesquisa do Câncer, em Londres.

    Pacientes do Hospital de St. James, em Leeds, poderão ser os primeiros a testar o novo remédio dentro de 18 a 24 meses.

    Fonte: BBC Brasil

    São notícias como essas que garantem esperança de luta para milhões de pessoas que passam por esse desafio em suas vidas. No dia 06/09/2011 voltei para casa depois de 14 dias do 1º ciclo da quimioterapia no Hospital Aldenora Bello. Foi difícil, dolorido e exaustivo, exigindo muita força física e mental para aguentar. Perdi 6kg nesse período, pois na segunda semana, quando os efeitos dos medicamentos vêm de modo impactante, não consegui me alimentar por 3 dias, ficando só na base do soro e um pouco de suplemento que conseguia tomar. Momento mais complicado foi do dia 30 para 31 quando minha imunidade baixou perigosamente, podendo correr até risco de vida. Depois a força vai aumentando, os efeitos vão amenizando, apetite e paladar voltando. Graças ao esforço e dedicação de minha mãe, Rosangela Santiago, minha irmã, Angela Santiago e, principalmente, de minha esposa, Júlia Durans, pude passar por essa. Agradeço também ao Marquinhos Durans que fcou uma noite por lá. A todos que ligaram, mandaram mensagens, fizeram comentários ou de algum modo desejaram melhoras muito obrigado mesmo. Nesses dias em casa só repousando e aumentando as energias pois 19/09 volto pro 2º ciclo. No final de tudo não espero nada menos que a Vitória!

    Atualizado:

    No dia 16/09/2011 peguei meus exames de sangue… tudo normal e os indicadores hormonais de presença de câncer baixaram todos para os parâmteros normais. Acabei de falar com meu médico e ele disse que não há sinal do câncer, mas manterá os outros 3 ciclos do tratamento para garantir quaisquer chances da doença voltar. Aos familiares, amigos, colegas, parceiros, clientes e alunos que deixaram palavras carinhosas de apoio: MUITO OBRIGADO! A força positiva que mandaram para mim está sendo de uma ajuda incomensurável! Eu, Júlia Durans e minha família agradecemos profundamente por isso! NADA MAIS QUE A VITÓRIA!

    continue lendo
  • Mais uma vez lutarei contra o câncer e vencerei.

    Leitores, clientes, alunos, família, amigos… em 2010 passei pelo maior desafio da minha vida até então: tive de fazer uma cirurgia pra retirada de um tumor cancerígeno e passei por um ciclo de quimioterapia. Relatei isso no Blogarte ano passado falando do tratamento, recuperação e depois de meu treino e participação numa minimaratona.

    Nos primeiros dias de agosto de 2011 fui fazer os exames de rotina para acompanhamento da recuperação e foi constatado que o hormônio HCG (um dos marcadores em exame de sangue que indicam a presença de câncer) estava extremamente alto (o valor foi de 94, sendo que em homens tem de ser abaixo de 1). Em seguida foram solicitados outros exames e na tomografia do abdôme foi detectado um tumor, mais agressivo, já com 5,2 x 4,1cm próximo ao rim esquerdo. Foi um choque e tanto. Choque porque mais uma vez estava sem nenhum sintoma (sem dor, sem cansaço, sem tontura) pois eu praticava com regularidade corrida de 6 a 10km além de nadar cerca de 1.500 metros semanalmente, além de não beber nem fumar. Mas, é como meu oncologista disse: câncer é uma doença que não existe ainda uma causa (ou causas) definidas para seu aparecimento. Como desta vez o tumor é mais agressivo terei de fazer 4 ciclos de quimioterapia em regime de internação em cada ciclo, pois a carga de medicamentos que receberei será maior e mais pesada e isso fará com que minhas defesas imunológicas baixem muito, sendo melhor ficar sob observação para não ocorrer nenhuma complicação.

    Enquanto escrevo esse texto já estou com um “porto-cate” implantado no meu peito no dia 16/08/2011. Trata-se de um dispositivo com um cateter ligado à veia do coração com uma saída (tipo um plugue) que fica sob a pele. Ele é necessário para que a quimioterapia seja feita por ele e não nas veias dos braços. Todo o tratamento será feito no Hospital Aldenora Bello, em São Luís – MA, cidade em que moro e trabalho. Caso seja necessário (o que não espero) o tratamento continuará em São Paulo ou Rio Grande do Sul. O primeiro ciclo de internação será de 12 dias, começando na segunda (22/08/2011) e devo ficar afastado das comunicações por lá.

    Querem saber? Que venha este tratamento pois vencerei de novo! Não será nada, nada fácil, mas os percursos mais difíceis são os que tornam as vitórias mais saborosas e memoráveis! Todos que convivem comigo sabem que sou ateísta e não creio em nada sobrenatural que guie, puna ou recompense a vida do ser humano. Acredito na minha força física e mental, minha capacidade de superação e apoio das pessoas que amo e que me amam ou tem algum carinho, simpatia ou respeito por mim. Aos amigos e familiares que possuem alguma crença muito obrigado pelas suas orações, pois são uma forma de prestar carinho e atenção. Quando meu físico e minha mente fraquejarem terei na minha esposa, Júlia Durans, um apoio descomunal para seguir em frente (não é à toa que a chamo de minha vida).

    Vou deixar uma galeria com algumas fotos dos lugares que conhecemos na nossa viagem de férias e lua de mel feita em julho de 2011: Parque Nacional de 7 cidades, Tianguá e Sobral no Piauí, Fortaleza, praias de Morro Branco, Das Fontes, Lagoa do Uruá, Canoa Quebrada, Cumbuco e o Beach Park no Ceará. Vamos nos focar em superar esse momento e ano que vem faremos pelo menos mais duas viagens inesquecíveis!

    Agradeço a todos que leram até aqui e que demonstram alguma preocupação. Tentarei atualizar na medida do possível. Abraços!

     

    continue lendo
  • Uma vitória pessoal

    No último domingo, dia 21 de novembro de 2010, participei pela primeira vez de uma corrida – a Minimaratona SESC Maranhão 2010. O percurso de 13km tinha sua largada no SESC Deodoro, localizado no Centro Comercial e Histórico de São Luís e ia até o SESC Turismo na praia do lho D’Água. Tive a companhia da minha esposa, Júlia Durans, e de familiares e amigos nossos.

    Coloco o título do post “Uma vitória pessoal” porque neste ano de 2010 minha vida virou de cabeça pra baixo quando descobri em maio, assim do nada, sem sintoma ou aviso, que tinha câncer e teria de fazer uma cirurgia e quimioterapia.

    Foi muito difícil passar por tudo isso, afinal, nunca tinha tido nada pra necessitar ficar internado num hospital e, de repente, recebo uma notícia dessas. Mas, com ajuda de minha esposa (sem a qual provavelmente não teria superado a situação) e minha família conseguimos resolver de modo rápido (mas que para mim pareceu uma eternidade) a cirurgia e extrair o tumor (de um tipo de crescimento muito acelerado, daí a urgência do procedimento).

    Passada a cirurgia, veio a recuperação. Demorada, chata e com limitações. Pra um cara ativo como eu imaginem a angústia de querer fazer as coisas e não poder. Mas essa etapa ocorreu bem. Tivemos de nos mudar, refazer alguns planos, ter outras perspectivas e eu tive de parar com o trabalho. Isso porque um mês depois da cirurgia tive de fazer 1 ciclo de quimioterapia para aumentar ainda  mais as minhas chances de cura.

    A quimioterapia consistiu em 1 semana ininterrupta em que toda a tarde era aplicado um coquetel de medicamentos para combater possíveis resquícios da doença que ainda estivessem no organismo. Depois dessa semana ainda tinham mais 2 dias de aplicações com 7 dias de intervalo. Tive todos os efeitos colaterais da quimio: vômitos, náuseas, irritações na pele, fraqueza, queda de cabelos, desânimo e imunidade baixa. Essa fase julguei sendo a pior pois tinham momentos que achava que não ia mais conseguir desenvolver as atividades que fazia antes. De novo a presença das pessoas próximas a mim foi fundamental.

    Um mês após o encerramento do tratamento da quimio foram feitos exames e verificou-se que tudo tinha transcorrido muito bem e eu estava liberado a voltar, aos poucos, com minhas atividades normais. Como já estava mais disposto, comecei a fazer caminhadas leves com minha esposa, que foram se tornando exercícios mais fortes e pequenas corridas. O condicionamento físico foi voltando e com ele a empolgação de ver que podia fazer tudo normalmente e até me superar (mais jovem fazia ciclismo e capoeira).

    Pois a superação foi o que aconteceu neste último domingo durante a Minimaratona do SESC Maranhão. Me preparei física e mentalmente pra correr pelo menos 5km do percurso mas quando passei da metade (7km) senti que estava bem (alternando entre caminhada e corrida) e vi que poderia completar o percurso! Quando as pernas e tornozelos doíam lembrava que estava a pouco tempo numa cadeira de hospital tomando quase 3 litros de medicamentos intravenoso e achava que não ia mais conseguir ter forças. Aí mentaliza a chegada e o fôlego se renovava!

    O resultado foi que consegui completar a prova em 1h50min (o vencedor fez em 45min, profissional de federação, claro) e não me senti tão cansado assim. Pra comemorar mais ainda todos da minha família que participaram completaram a prova e minha esposa conquistou o 3º lugar na categoria “comerciária até 30 anos”!

    Enfim, se alguém ler este blog por qualquer motivo que seja, espero que esse relato possa ajudá-lo(a) nos momentos em que  você  que passa por algo difícil. Lembre-se em focar num objetivo, ter apoio dos que te amam e acreditar em você mesmo (e, se você for espiritualizado, acreditar numa “força maior”) os obstáculos que forem colocados na sua vida podem ser superados.

    Obrigado a você que leu até aqui e desculpem por esse texto altamente pessoal. Aproveitem a visita e vejam mais coisas no blog! Abraços!

    continue lendo
  • RSS
  • Facebook
  • LinkedIn
  • Twitter
  • YouTube