Tag "ficção científica"

  • Revista de ficção científica Starlog

    Starlog Magazine is available for free online!

    A revista Starlog, publicada nos Estados Unidos entre 1976 e 2009, foi o maior veículo de comunicação no gênero Ficção Científica (Science Fiction) e trazia novidades e informações dos bastidores de filmes e séries para os ávidos fãs nerds em tempos em que a própria Internet era Ficção Científica. Fez a cabeça de muitas pessoas (eu, inclusive) que curtem histórias de relações humanas e que se passam em ambientes incomuns, indo desde uma “galáxia muito, muito distante” até “onde nenhum homem jamais esteve”.

    Aqui no Brasil a revista teve uma versão publicada pela Mythos Editora, e que era muito difícil de conseguir por ter distribuição setorizada. Lembro de conseguir com dificuldade algumas Starlogs importadas que chegavam em São Luís no começo dos anos 90 com matérias sobre Star Trek The Next Generation, mas eram caras pra mim na época.

    Agora todos os seus números estão disponíveis (em inglês) de graça no Internet Archive.
    continue lendo
  • 45 anos de Star Trek

    No dia 08 de setembro de 1966 foi ao ar o sonho de um mundo unido, sem pobreza, sem preconceitos em que os humanos fazem parte de uma confederação galática que explora os mistérios da vida, “audasiosamente indo onde nenhum homem jamais esteve” a bordo da nave estelar USS Enterprise[bb]. Este sonho foi vivio por Gene Roddenberry, criador da série televisa e depois cinematográfica, que lançou uma das (senão a mais) famosa série de Ficção Científica[bb], abordando de modo inteligente e inovador temas sociais, dramas pessoais, conflitos tendo como pano de fundo a Via Láctea.

    A história de Star Trek[bb] é vastíssima e com pouca pesquisa na internet você deve achar miuta, mas muita inforação mesmo a respeito. Por isso vou poupar tempo e espaço no Blogarte.

    Deixo aqui um belíssimo infográfico que mostra a evolução de Star Trek[bb] ao longo desses 45 anos e abrindo caminho para que esta data estelar seja celebrada mais e mais vezes. “Dobra espacial 9, sr. Sulu. Acionar”.

    The entire history of Star Trek is in this SPACE.com timeline infographic.

    Fonte

    continue lendo
  • Tron (1982) e Tron:Legacy (2010) posters

    Enquanto eu não vou assistir Tron: Legacy em 3D pra escrever uma crítica, comparem os posters do original de 1982 e da continuação deste ano.

    http://leetleech.org/images/94525598475777938085.jpg http://cache.gawkerassets.com/assets/images/4/2010/11/newtronposter_01.jpg

    continue lendo
  • TRON: Legacy – Daft Punk – Derezzed video

    Tempão sem postar nada realmente de interessante e original. Fiquem então com o clipe da música Derezzed, do Daft Punk, integrante da trilha sonora do filme TRON – Legacy, que estréia em dezembro em 3D.

    Poster

    Poster

    Muita expecativa nesse filme pra ser um deleite visual e auditivo em uma ótima sala 3D. Nem espero tanto de roteiro.

    [youtube SPFpcKm0B7U]

    continue lendo
  • Caprica download

    Já tinha lido sobre a série mas só agora tive curiosidade de baixar e recomendo!

    Caprica é uma série descrita como “a primeira saga de ficção científica da televisão”, baseada no universo ficcional de Battlestar Galactica, por volta de 53 anos antes da história narrada na nova série de 2004 (que durou 4 temporadas mais alguns filmes). Conta a história das Doze Colônias do Homem quando viviam em paz, em uma sociedade não muito diferente da nossa. Mas a alta tecnologia e o avanço na robótica trouxeram à tona o velho sonho humano de combinar inteligência artificial e corpos mecânicos para criar os primeiros robôs vivos – os Cylons.

    Outro elemento interessante da série é a “internet turbinada” deles chamada de Virtual World (ou V-World), o Mundo Virtual, em que as pessoas se conectam usando óculos especiais chamados Holoband que estimulam o centro nervoso e transporta as pessoas à “Matrix” deles.

    A série gira em torno de duas famílias: os Adama (a família de William Adama, que se tornará o capitão da Galactica) e os Graystone (em que Daniel Graystone é o criador do primeiro Cylon, junto com sua filha, Zoe, uma gênia da computação). Caprica mistura aventura, intriga empresarial, futuro hipertecnológico e política nesta saga de ficção científica.

    Cartaz de divulgação da série com a personagem Zoe Graystone.

    Trailer:

    [youtube okC5HjMANF4&feature=player_embedded]

    1ª Temporada (RMVB Legendado) Megaupload:

    1×01 – Pilot
    Megaupload

    HotFile

    1×02 – Rebirth
    Megaupload

    HotFile

    1×03 – The Reins
    Megaupload

    HotFile

    1×04 – Gravedancing
    Megaupload

    HotFile

    1×05 – There Is Another Sky
    Megaupload

    HotFile

    1×06 – Know Thy Enemy
    Megaupload

    HotFile

    1×07 – Imperfections os Memory
    Megaupload

    HotFile

    1×08 – Ghost in The Machine
    Megaupload

    HotFile

    1×09 – End of Everything (Season Finale)
    Megaupload

    HotFile

    Pra quem baixa por Torrent:

    Dados do arquivo
    Quantidade de Mídias: 1
    Tamanho: 700mb
    Tipo de Compartilhamento: http,torrent
    Idioma do Audio: Ingles
    Legendas: Português
    Qualidade do Vídeo: HDTV
    Ano de Lançamento: 2009
    Tempo de Duração: 77 min
    Vídeo Codec: Xvid
    Resolução:624 x 352

    Download Caprica S01E01 Torrent
    Download Caprica S01E02 Torrent
    Download Caprica S01E03 Torrent
    Download Caprica S01E04 Torrent
    Download Caprica S01E05 Torrent
    Download Caprica S01E06 Torrent
    Download Caprica S01E07 Torrent
    Download Caprica S01E08 Torrent
    Download Caprica S01E09 Torrent

    Baixar trilha sonora original de Caprica e Battlestar Galactica (áudio no formato .flac com ótima qualidade): Torrent Reactor

    Fontes: TorrentAki, SeriesPT e BaixeTurbo.

    continue lendo
  • Trailer de Distrito 9

    [youtube VjihaK7HfGs]

    District 9, ficção científica com teor politizado, ganhou um novo trailer. É a primeira prévia completa, que mostra mais dos efeitos visuais (tem até os ETs e uns robozões) mas não conta muito da história.

    Na trama, uma raça alienígena cai na Terra e, uma vez aqui, acaba isolada numa região similar a uma periferia, provocando o medo – e o rancor – dos humanos. As cenas foram rodadas no Soweto de Joanesburgo, na África do Sul.

    A produção da WingNut Films de Peter Jackson, dirigida pelo novato sul-africano Neill Blomkamp, tem distribuição da Sony Pictures. O roteiro foi co-escrito por Blomkamp e Terri Tatchell. A estreia acontece em 30 de outubro no Brasil, com o título Distrito 9.

    Fonte: Omelete

    continue lendo
  • LOST Season Finale hoje!

    Pra quem acompanha Lost pela ABC (states) e baixa os episódios assim que colocam na net, sabe que hoje termina a 5ª temporada com o episódio duplo “The Incident” (episódios 16 e 17). Essa tem sido uma temporada que gerou muita discussão entre os fãs pelo recurso clássico da ficção científica de viagens no tempo. Alguns gostaram mas a maioria (e eu me incluo nessa turma) adorou!

    A narrativa de Lost sempre foi algo particularmente fascinante. A série começou mostrando cenas em flashback dos personagens principais até a 2ª temporada, ajudando a apresentar suas motivações psicológicas e mover a trama que se desenvolve dentro da Ilha.

    No fim da 3ª temporada veio a grande sacada: um flashforward (futuro) mostrava alguns personagens (os Oceanic 6) após terem saído da Ilha! Isso fez com que a narrativa da 3ª e 4ª temporada intercalasse passado, presente e futuro nos episódios.

    Mas foi nessa 5ª temporada que o negócio ficou ainda mais louco (no bom sentido). As linhas temporais se misturaram e a cabeça de muitos expectadores também (até os que prestam muito atenção à série). Mas isso só fez Lost ficar mais intrigante.

    Ao mesmo tempo que a série tem na sua narrativa a genialidade, o drama nos relacionamentos dos personagens é que faz com que nos envolvemos de verdade. Ficar imaginando no que aconteceu ou vai acontecer com os personagens é um dos grandes baratos de assistir Lost. Não esquecendo que o maior personagem da série é a própria Ilha!

    Os elementos da “mitologia” de Lost também começaram a ser explicados (em parte) nesta temporada que se encerra, restando outros importantes para a 6ª e final temporada que só veremos em 2010 (que espera maldita)!! fazem parte da “mitologia” de Lost: a estátua de quatro dedos e o templo, o monstro de fumaça, a natureza peculiar da Ilha, a origem dos Outros/Hostis (e também de Richard Alpert e Jacob), o destino da Dharma Iniciative e seus líderes, dentre outros.

    Bem, só amanhã verei o resultad desse episódio, mas quando estiver assistindo ficarei com raiva a cada minuto sabendo que só daqui a mais de 7 meses começara a útlima temporada de Lost!

    Pra fazerem download de todos os episódios acessem: Tvpublica.

    Os vídeos que coloquei aqui são os sneak peaks que peguei no Dude We Are Lost.

    continue lendo
  • Minha opinião sobre o novo Star Trek


    Antes de mais nada deixo claro aos leitores que não me considero um simples fã de Star Trek. Me considero um trekker. Comecei a gostar de ficção científica por causa de Star Trek. No começo dos anos 90 quando Internet era quase coisa de ficção científica no Brasil e ainda mais em São Luís, Maranhão, eu me atualizava sobre a série, filmes e outras coisas por meio da antiga revista Starlog (importada cara pra cacete na época pra mim, cheguei a comprar poucas) ou pela recém extinta revista Set e outras raridades que eu achava perdidas nos sebos da Av. Magalhães de Almeida (ah, tantas tardes eu fiquei fuçando ali).

    Meu primeiro contato foi com a série clássica na época que passava na Bandeirantes. Cheguei a ser associado da Frota Estelar Brasil, fã-clube que enviava fazines fotocopiados com textos traduzidos e outros produzidos por fãs brasileiros. Certa vez recebi um cartão colorido em formato grande com uma foto de Spock fazendo a saudação vulcana – o máximo!  Lembrem-se que nos anos 90, sem Internet, ser nerd não era tão cool quanto hoje. Dito isto, vamos ao meu review do filme novo (deve ter bastante spoilers, portanto se você ainda viu o filme talvez não queira ler)…

    Como tinha dito nos posts anteriores em que mostrei o teaser, o trailer e outros, criei uma grande expectativa sobre esse filme. Expectativa igual recentemente talvez tenha tido só por Batman Cavaleiro das Trevas (que também sou fanzaço). Resultado: minhas expectativas foram superadas e em dobra espacial fator 8!

    O filme é uma experiência audio-visual que faz com que o espectador mergulhe no universo de Star Trek. Tudo que você vê ou ouve na tela foi precisamente projetado por pessoas com talento e competência acima da média de outros filmes. J.J. Abrams (diretor do filme, criador de Lost); Roberto Orci e Alex Kurtzman (roteiristas) e Damon Lindeloff (produtor, co-roteirista e co-produtor de LOST) conseguiram, em uma única tacada, reavivar a franquia para os antigos fãs e estabelecer uma nova para aqueles que não conheciam Star Trek.

    Todos os elementos que fizeram a criação de 1966 de Gene Rodenberry ficar famosa gerações atrás estão lá. A união de diversas raças alienígenas em prol do progresso e paz entre elas na forma da Federação dos Planetas Unidos. A tecnologia quase  mágica que possibilita a viagem em dobra espacial pela galáxia. A competência e dedicação dos oficiais da Frota Estelar. A equipe de criação do filme pensou em tudo e não esqueceu nada!

    O respeito à tradição de Star Trek e a releitura de elementos clássicos como os uniformes, a ponte de comando, os comunicadores, os phasers, as naves e estações e os efeitos sonoros! Ah os efeitos sonoros! Eles fazem com que toda e memória emocional de caras da antiga como eu volte e torne a experência muito mais gostosa. Cada bipe, zunido e roncar de nave era de arrepiar. E até a falta de som em algumas partes (como efeito dramático) era linda.

    A trilha sonora manteve a grandiosidade do legado de Jerry Goldsmith, que imortalizou os músicas nos filmes. Mas, ao mesmo tempo, tiveram a ousadia de colocar até a música “Sabotage” dos Beast Boys! E foram bem sucedidos! Fique até o final dos créditos pra apreciar a releitura do tema da série clássica e do tema dos filmes.

    O elenco. A seleção pra representar novas versões de personagens que são considerados quase semi-deuses pra uma legião de fãs espelhados pelo mundo não deve ter sido nada fácil. Mas esse foi o acerto mais em cheio que tiveram. Chris Pine como Kirk está totalmente hilário quando tem de ser, dramático no ponto certo, cínico na hora exata, um action hero com atitude e canastrão sempre, ou seja, o cara se tornou o Kirk que conhecemos. Não consigo imaginar outro ator no lugar do jovem Spock além de Zachary Quinto. O cara parece demais com Leonard Nimoy e de quebra deu seu estilo ao personagem porém não descaracterizando-o de jeito algum. Karl Urbarn deve ter encorporado (eheh) o espírito do finado DeForest Kelley como Dr. McCoy, era até assustadora a semelhança na rabugentice e expressões do bom doutor. Todos os demais atores tiveram seu momento merecido na tela, com participações essenciais na trama, sem serem jogados só pra estarem lá. Uhura, Checov, Sulu e Scott tem suas funções muito bem planejadas. E o velho Nimoy hein? Só digo uma coisa… uma lágrima se forou no canto do meu olho quando ele falou “Vida longa e próspera” fazendo a saudação vulcana.

    Esse deve ter sido um dos posts mais longos que já fiz sem ter sido num artigo sobre arte ou design, mas foi necessário. Star Trek merece ser revisto por fãs que esqueceram, ser conhecida por novos fãs e ter sua continuidade garantida pelos que sempre foram fiéis.

    continue lendo
  • Star Trek: o futuro começa… hoje!

    http://scifipulse.net/wp-content/uploads/2008/12/st_crew_banner_121508.jpg

    Hoje estréia o novo Star Trek, filme que acabou se tornando um dos que mais tô ansioso pra assistir, mas vou ter de segurar minha onda porque só vou poder ir ao cinema amanhã!! Droga!

    continue lendo
  • Filme – “O Homem da Terra”

    Assistam ao filme “O Homem da Terra” (“The Man from Earth”), dirigido por Richard Schenkman e lançado em 2007. Simplesmente fantástico! Não é superprodução, não tem atores superstars, não tem efeitos especiais e nem um diretor badalado. Eu já vi 3 vezes e os amigos pra quem indiquei já viram pelo menos 2 vezes cada.

    Uma festa de despedida ao professor John Oldman – e nunca um apelido descreveu tão bem o seu possuidor – muda inexplicavelmente de intento quando este decide contar aos seus amigos que tem… 14 mil anos. Dando início a uma larga e extensa discussão filosófica entre alguns dos mais conceituados professores da universidade em que lecionava, todo o tipo de dogmas, desde os religiosos aos científicos, são colocados sobre suspeita, num ambiente cético e irônico que irá provocar alguns conflitos. Baseado na última obra de um dos mais aclamados escritores de ficção científica, Jerome Bixby, “O Homem da Terra” é, mais do que um bom filme, uma grande lição sobre a história do nosso planeta.

    O filme que ganhou fama devido à permissão pública do seu produtor para que qualquer cinéfilo fizesse o seu download da Internet, de forma livre – é um daqueles pequenos tesourinhos independentes que ocasionalmente aparecem na indústria e que se transformam rapidamente numa obra cult. Este filme prova que uma produção para ser boa basta uma cuidada narrativa, dois bons atores como John Billingsley e David Lee Smith e uma direção segura.

    Site: Man from Earth

    Baixe o filme:
    MegaUpload
    01ª Parte02ª Parte03ª Parte04ª Parte
    05ª Parte06ª Parte07ª Parte
    Legenda AQUI!!!

    Info dos arquivos:

    Tamanho dos arquivos (1 a 6): 100 MB
    Tamanho do arquivo 7: 90 MB
    Tamanho total: 690 MB
    Audio.: Inglês
    Codec: .avi
    Legendas: Português.

    Obs: Descompacte todos os arquivos usando o programa winzip ou winrar. Deixe o arquivo da legenda com o mesmo nome do arquivo do filme numa mesma pasta no seu computador pra rodarem sincronizados.

    Fonte: MovieDown

    continue lendo