Tag "colégio"

  • HISTÓRIA DA ARTE – SURREALISMO – DO PROFESSOR GARCIA JUNIOR

    Slides de aula de História da Arte sobre Surrealismo do Professor Garcia Junior. Use de forma gratuita e não se esqueça de dar os créditos e divulgar nas redes sociais. Inscreva-se no meu canal no YouTube para vídeo-aulas: https://www.youtube.com/user/gjrdesign

    08. História da Arte_SURREALISMO_Garcia_Junior
    continue lendo
  • Vovó Rosilda Santiago falando sobre a História do Liceu Maranhense

    Entrevista feita com a minha avó materna Rosilda Tavares Santiago, nascida em 1928, falando sobre as aulas de Música na escola Liceu Maranhense com a famosa professora Lilah Lisboa (cuja atual Escola de Música do Maranhão leva seu nome) entre 1942 a 1945. A vovó Rosilda é formada em Letras, lecionou muitos anos, principalmente na antiga escola Rosa Castro, em escolas particulares e foi professora de francês na Aliança Francesa em São Luís Maranhão. Essa filmagem foi feita por mim, Garcia Junior (atual professor de Arte, coordenador do Grupo de Música do Liceu Maranhense e supervisor do PIBID de Música da UEMA no Liceu), seu neto mais velho, em 2015 quando o Mal de Alzheimer ainda dava uma trégua. Em fevereiro de 2018 Vovó Rosilda fará 90 anos. Filmagem e edição: Garcia Junior. Música: Banda Scalene.

    continue lendo
  • Greve de professores no Maranhão e Liceu MA

    Dia 16/03 (quarta) de 2011, às 8h, os professores do Liceu Maranhense, uma das principais escolas de Ensino Médio do sistema público de educação do Maranhão, se reunirão para avaliar os encaminhamentos das reivindicações e negociações feitas sobre a Greve dos Educadores 2011 no Estado. Observa-se que o impasse em evoluir nas negociações está no posicionamento irredutível do Governo de Roseana Sarney em insistir em propostas que não são nada interessantes e justas com o que é de direito ao educador.

    Nessa perspectiva os dias transcorrem e os alunos acumulam déficit nos dias de aula, o que pode acabar comprometendo o ano letivo. Eu, enquanto professor, acredito serem mais que justos todos os pontos exigidos por nós ao Governo do Estado serem contemplados de uma forma ou de outra. A maioria dos professores é contra a greve mas acredita que seja um mal necessário para se conseguir um bem maior.

    Usando meu caso como exemplo, pergunto ao leitor: um profissional de educação que pesquisa; é autor; fomenta e compartilha conhecimento na forma de material didático e informações por blog e redes sociais; utiliza-se de tecnologia e recursos que nem algumas universidades fazem uso e possui duas especializações com experiência de ensino há mais de 13 anos não receba sua progressão de nível por direito e nem o reconhecimento financeiro das titulações que conquistou com muito trabalho?

    Existem professores com mestrado, doutorado até, que não tiveram esse reconhecimento por parte de seu empregador, o Estado do Maranhão, e estão desistindo de trabalhar com educação simplesmente porque a única motivação (que ainda é a mais importante) está no brilho dos olhos do aluno quando percebe que conseguiu despertar sua aprendizagem.

    Feito este pequeno desabafo seguem as últimas informações do Sinproessema:

    GOVERNO NÃO NEGOCIA E A GREVE CONTINUA
    Há mais de dez dias em greve, os trabalhadores da educação estadual ainda não receberam do governo do estado nenhuma posição favorável às reivindicações da categoria não atendidas, que motivaram a paralisação. Os educadores exigem a imediata implantação do Estatuto do Educador e do Plano de Cargos, Carreiras e Salários, que vêm sendo pleiteados pelo Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Maranhão – SINPROESEMMA, há cerca de dois anos.

    Segundo o diretor de Comunicação do SINPROESEMMA, Júlio Guterres, o governo não sinalizou para retomada de negociações, mas o sindicato continua aberto às negociações e, até que haja uma iniciativa positiva por parte do governo, a categoria permanecerá parada, mesmo com a forte campanha negativa que vem sendo veiculada pelo Estado contra a classe trabalhadora, que “tenta confundir a opinião pública, caracterizando a greve como um movimento meramente economicista”.

    Para se contrapor a essa campanha de manchar a imagem da greve, o SINPROESEMMA divulgou nota de esclarecimento à sociedade explicando como vem acontecendo a relação entre a categoria e o Estado, desde a apresentação da primeira pauta de reivindicações dos educadores.

    Adesão de servidores em estágio
    A direção do sindicato esclarece que os servidores aprovados no concurso público de 2009 e os excedentes convocados recentemente e que ainda estão em estágio probatório não podem ser punidos por adesão ao movimento grevista. “O servidor não pode ser punido pela simples participação na greve até porque o próprio Supremo Tribunal Federal considera que a simples adesão à greve não constitui falta grave (Súmula 316 do STF)”.

    Repercussão
    A paralisação dos educadores do Maranhão teve repercussão em nível nacional. A Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB) publicou matéria relatando o movimento no site da entidade (www.ctb.org.br), com informações completas sobre a greve e as manifestações realizadas pela categoria para mostrar à sociedade os motivos que provocaram a paralisação por tempo indeterminado.

    http://portalctb.org.br/site/pelos-estados/greve-na-educacao-publica-do-ma-ganha-forca-na-2-semana-de-paralisacao

    Grande passeata
    O SINPROESEMMA lembra que é importante a participação de todos os trabalhadores nas atividades da agenda de greve que foi organizada pela diretoria do sindicato. Com destaque para a grande passeata que será realizada nesta terça-feira (15), saindo da Praça Deodoro (Biblioteca Pública) até a Secretaria de Estado de Educação (Seduc), no bairro Monte Castelo. A concentração, a partir das 15h.

    AGENDA DA GREVE

    11 de Março – Sexta-feira
    Manhã – ÀS 8h: Blitz nas escolas e visita às empresas de comunicação.
    Concentração no SINPROESEMMA.
    Tarde – Às 14h: Reunião com os funcionários de escolas

    15 de Março – Terça-feira
    Tarde – Às 15h: Passeata, da Praça Deodoro até a Seduc, no Monte Castelo.
    Concentração na Praça Deodoro.

    16 de Março – Quarta-feira
    Manhã – De 8h ao meio dia: Blitz nas escolas.
    Concentração no SINPROESEMMA

    Fonte: texto de Cláudia Leal – Ascom/Sinprosemma

    continue lendo
  • RSS
  • Facebook
  • LinkedIn
  • Twitter
  • YouTube